Apoio à Gestão de Organizações Sociais

Apresentação

O Curso Técnico Superior Profissional (CTeSP) em Apoio à Gestão de Organizações Sociais, em parceria da ESCE/IPS com a ESE/IPS, confere uma formação de nível 5 ISCED (Short-cycle tertiary education), orientada para o mercado de trabalho das organizações do Terceiro Setor. O Plano de Estudos, organizado numa base semestral e com a duração de 2 anos, é constituído por unidades curriculares com uma forte componente prática, para uma consistente formação nas áreas da gestão, da economia e do empreendedorismo social, conciliada com conhecimentos fundamentais nas áreas de intervenção social e trabalho comunitário. O curso compreende ainda uma formação em contexto de trabalho, através da realização de um estágio de 600h de trabalho numa organização social.

Área de Formação: 345 - Gestão e Administração.

Local de Funcionamento: Setúbal - ESCE/IPS.

Objetivos

Trata-se de um curso que pretende formar profissionais com um conjunto de competências que lhes permitam apoiar as direções e corpos sociais das organizações do Terceiro Sector, colaborando ativamente nos seus processos de organização e gestão, com vista a um desempenho mais profissional, equilibrado e sustentável destas organizações, no âmbito do cumprimento da sua missão social. O Técnico Superior Profissional em Apoio à Gestão de Organizações Sociais estará habilitado para conceber, analisar e gerir, do ponto de vista funcional e financeiro, os projetos e atividades das organizações com fins sociais. Deverá possuir competências técnicas que lhe permitam elaborar e gerir planos de atividades, relatórios, orçamentos e candidaturas a programas de apoio a projetos sociais.  Será um profissional capaz de assumir as funções de encarregado ou secretário geral da organização.

Plano de estudos

Plano de Estudos em Vigor
Despacho de publicação em Diário da República

Homologação

Registo inicial: R/Cr 262/2015 de 22 de julho de 2015.

Informação DGES.

Saídas profissionais

No contexto das organizações sociais em geral, de âmbito nacional ou internacional, nomeadamente:

  • Associações;
  • Fundações;
  • Mutualidades;
  • Cooperativas;
  • IPSS (Instituições Particulares de Solidariedade Social);
  • Misericórdias;
  • Empresas Sociais ou Micro e Pequenas Empresas dedicadas à Economia Social;
  • ONG (Organizações Não Governamentais), entre outras.

De áreas tão diversificadas quanto:

  • Serviços Sociais;
  • Educação e Saúde;
  • Cultura, Lazer e Desporto;
  • Habitação, Ambiente, Desenvolvimento Local.

O Técnico Superior Profissional em Apoio à Gestão de Organizações Sociais estará apto para exercer um conjunto de funções, designadamente:

  • Encarregado ou secretário geral;
  • Assessor da direção e/ou dos corpos sociais da organização;
  • Técnico administrativo;
  • Assessor em recursos humanos, finanças, comunicação, relações públicas, entre outras áreas funcionais da organização;
  • Técnico de apoio a candidaturas a programas de financiamento, nacionais ou internacionais, de projetos de âmbito social.

De realçar ainda que o curso fomenta o desenvolvimento de um conjunto de competências empreendedoras, que permitirão também uma saída profissional de auto-emprego, em particular na criação de pequenas empresas de apoio à gestão de organizações sociais.

Razões para a escolha do curso

  • Porque o curso está orientado, em termos de mercado de trabalho, para uma área fundamental e com elevado potencial de crescimento – a Economia Social ou Terceiro Setor;
  • Porque está vocacionado para um conjunto de organizações sociais com um forte contributo no desenvolvimento local e das regiões, nomeadamente no distrito de Setúbal, onde proliferam várias organizações sociais de renome nacional e internacional;
  • Porque o perfil do curso está ajustado às exigências do mercado de trabalho;
  • Para desenvolver competências técnicas especificas que permitam iniciar uma atividade profissional numa organização social;
  • Porque o curso compreende uma intervenção prática em várias unidades curriculares;
  • Pela oportunidade de realizar estágio numa organização social, facilitando assim a aproximação ao contexto real de trabalho;
  • Porque os titulares do CTeSP em Apoio à Gestão de Organizações Sociais se podem candidatar, com dispensa da prova de ingresso, às seguintes licenciaturas do Instituto Politécnico de Setúbal (IPS):
    • Gestão de Recursos Humanos: regime diurno e regime pós-laboral (ESCE/IPS – Escola Superior de Ciências Empresariais);
    • Marketing (ESCE/IPS);
    • Gestão da Distribuição e da Logística: regime diurno e regime pós-laboral (ESCE/IPS);
    • Contabilidade e Finanças: regime diurno e regime noturno (ESCE/IPS);
    • Animação e Intervenção Sociocultural (ESE/IPS – Escola Superior de Educação);
  • Por agregar duas escolas superiores que se complementam, uma na área da gestão (ESCE/IPS) e outra na área social (ESE/IPS);
  • Pela perspetiva de apoio tutorial ao estudante, dada a estreita relação de proximidade do corpo docente com os alunos;
  • Pela qualidade técnica, científica e pedagógica do corpo docente;
  • Pela qualidade das infraestruturas que o IPS oferece aos seus alunos;
  • Pelas inúmeras atividades extracurriculares que o IPS coloca à disposição dos seus alunos ao longo do ano (business week, jogos de gestão, seminários, conferências, workshops, etc.).

Duração e total de créditos ECTS

120 ECTS.

Coordenação do curso

Diretor de curso: Prof.ª Doutora Ana Cristina Rodrigues Rolo Alves.

Propina anual

750 euros (consulte regulamentação de propinas)

Número de vagas

30 vagas.
Máximo de 75 estudantes em simultâneo.

Condições de acesso e ingresso

Podem candidatar-se:

  • Titulares do Ensino Secundário (regular ou profissional);
  • Titulares de CET, CTeSP ou Curso Superior;
  • Titulares das Provas para Maiores de 23 Anos.

Consulte aqui as condições de acesso específicas para o Regime Geral
Consulte aqui as condições de acesso específicas para o Regime de M23
Consulte aqui as condições de acesso a Mudança de Par Instituição/Curso e Reingresso

Pré-requistos

Não aplicável.

Outra informação

Empregabilidade

Dada a importância e o elevado potencial de crescimento do setor da Economia Social, prevêem-se elevadas taxas de empregabilidade do CTeSP em Apoio à Gestão de Organizações Sociais.

Documentos

Modelo Pedagógico
Estágios - Minutas e Procedimentos (deverá registar-se no Portal do IPS).

Plano de Creditações

Plano de Creditações do CTeSP AGOS para as Licenciaturas da ESCE/IPS

Informações Pedagógicas

Contacto de e-mail da coordenação do curso: ana.rolo@esce.ips.pt